Menu

menu

Sua 0KM ESTÁ AQUI!

NA PRÁTICA | 30/03/2020

QUARENTENA: COMO PREVENIR PROBLEMAS QUANDO A MOTO FICA PARADA POR MUITO TEMPO?

Conheça os principais cuidados que você deve tomar nessa situação.

QUARENTENA: COMO PREVENIR PROBLEMAS QUANDO A MOTO FICA PARADA POR MUITO TEMPO?

 

Desde que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado no Brasil, medidas preventivas começaram a ser tomadas a fim de achatar a curva, isto é, evitar o aumento dos casos a ponto de sobrecarregar o sistema de saúde no país. Uma dessas medidas é a quarentena, período que se baseia na reclusão da população (isolamento social).

Se você é motociclista e faz parte do grupo que está em casa nas próximas semanas, veja abaixo quais são os cuidados que devem ser tomados agora que a sua moto vai ficar parada na garagem.

Guarde a moto em local apropriado

No decorrer da quarentena, mantenha sua motocicleta guardada em ambiente seguro e protegido de chuva, sol, poluição e umidade. Se possível, use capa de proteção com forração interna. Mas atenção! A capa deve ser apropriada, caso contrário, pode manchar a pintura.

Lembre-se que se a sua moto permanecer em ambiente externo ela estará vulnerável a depósito de fuligens, incidência direta do sol, além de umidade. Esses fatores, isoladamente ou em conjunto, são capazes de comprometer o brilho e alterar a cor de partes da moto.

Cuide da bateria

Se a moto ficar muito tempo parada, a bateria pode perder a carga e não recuperar novamente, o que impossibilita a partida. Para evitar que isso ocorra, deixe a sua motocicleta apoiada com o cavalete sobre uma superfície emborrachada. Isso impede a perda gradual de energia. Já aquele truque de ligar a moto um pouquinho todos os dias não costuma funcionar, ok?

Preste atenção aos pneus

Quando os pneus permanecem por um período prolongado na mesma posição, eles ficam sujeitos a deformidades. Além disso, podem sofrer alterações na pressão, bem como, esvaziamento e rachaduras por ressecamento. Para reduzir os riscos de problemas nesse sentido, levante a moto com o auxilio de um macaco. Além disso deixe os pneus com uma calibragem de 20% a 30% acima do habitual.

Outro cuidado imprescindível em relação aos pneus consiste em não usar óleo e nem produtos de limpeza abrasivos sobre eles. Determinados agentes químicos podem danificar compostos de borracha.

Drene o combustível

Se não há previsão de quando sairá com a moto, drene o combustível restante. Ao contrário do que muitos imaginam, gasolina velha, parada há mais de um mês no tanque, tende a formar depósitos e acaba perdendo parcialmente as suas propriedades originais.

Troque o óleo antes de deixar a moto parada

O óleo do motor deve ser trocado de seis em seis meses. Já que a moto vai ficar parada, aproveite para fazer a troca de óleo.  Substitua também o fluido de freio, pois ele absorve a umidade e deve ser trocado no caso de veículo parado por muito tempo.

Fique de olho nos discos de freio ao retornar

Quando a vida voltar ao normal e você passar a usar a moto de novo, cheque os discos de freio. Em alguns casos, o tempo decorrido com a motocicleta parada favorece a oxidação, sobretudo em regiões litorâneas, expostas à maresia. Isso pode levar o veículo a apresentar deficiência transitória nas primeiras frenagens pós-quarentena.

E aí, gostou de conhecer os principais cuidados que todo motociclista deve adotar caso sua moto fique parada? Conhece alguma outra dica para evitar danos estéticos e funcionais nessa situação? Compartilhe com a gente!

voltar para noticias

Entre em Contato

Selecione a loja

1