Menu

menu

Sua 0KM ESTÁ AQUI!

NA ESTRADA | 28/03/2020

Como evitar o coronavírus: dicas de prevenção para mototaxistas

Pensar no outro também é uma forma de prevenção.

Como evitar o coronavírus: dicas de prevenção para mototaxistas

Em tempos de coronavírus, não dá para negar que meios de transporte individuais, como a motocicleta, são incontestavelmente mais seguros do que os transportes coletivos, como ônibus e metrô.

Além de não haver aglomeração de pessoas, a motocicleta assegura o arejamento no trajeto, o que reduz o risco de contágio. Ainda assim, quem trabalha sobre duas rodas também precisa tomar muito cuidado, especialmente no caso dos mototaxistas, que transportam passageiros (na maioria das vezes desconhecidos).

Pensando nisso, preparamos uma lista com dicas importantes para quem atua nessa função. Se nessa quarentena você não pode manter sua moto na garagem e precisa sair para trabalhar, adote as seguintes medidas preventivas e preserve tanto a sua saúde quanto a saúde de quem vai na garupa.

1.     Tenha álcool em gel no baú da moto

Leve álcool em gel e você na moto. A cada corrida, ofereça para o novo passageiro e faça questão de ressaltar que tem seguido os devidos cuidados de higiene e segurança. Utilize o álcool em gel quando não tiver como lavar as mãos.

2.     Higienize periodicamente a moto

Pelo menos de 4 em 4 horas, higienize a superfície da moto (especialmente o guidão, bancos e alças) utilizando um pano limpo e álcool 70%. Outros produtos desinfetantes, a exemplo da água sanitária, são eficientes no combate ao coronavírus, porém, podem acabar danificando a moto. Melhor evitar!

3.     Ofereça lenços descartáveis ao passageiro

Caso o passageiro tussa, espirre ou apresente coriza, ofereça gentilmente um lenço descartável, mas só faça isso se realmente houver algum sinal de gripe ou resfriado.

4.     Mantenha as mãos esterilizadas

Limpe as mãos com frequência. Sempre que tiver a oportunidade de lavá-las com água e sabão, faça isso. Se não for possível, como já dissemos, recorra ao álcool.

5.     Cuide da limpeza do celular

Assim como sua moto, o celular também é uma ferramenta importante de trabalho. Esse aparelho acumula muita sujeira e está altamente exposto a vírus e bactérias. Sendo assim, é importante limpá-lo também. Um estudo recente revela que celulares podem ser até 30 vezes mais sujos que vasos sanitários. Os dados são preocupantes, mas reais.

6.     Não cumprimente o passageiro com aperto de mão

Por mais que o passageiro seja conhecido e faça corridas com você há muito tempo, nesse momento é necessário manter certa distância. O contágio acontece, principalmente, por meio do contato com pessoas, objetos ou superfícies contaminadas. Além disso, pode ocorrer pelo ar, exposição a secreções (catarro, saliva, tosse, espirro). O ideal é pilotar usando luvas e retirar só depois da última corrida. Essas luvas também precisam ser higienizadas, entendido?

7.     Cumpra um ritual preventivo ao retornar para casa

Ao chegar em casa depois de mais um dia de trabalho, dê uma nova geral na motocicleta. Limpe desde o assento ao guidão. Ao chegar em casa, retire o calçado do lado de fora, limpe a maçaneta da porta e siga direto para o banho. Tire as roupas sujas e coloque-as em uma sacola separada para lavar.

No mais, preste atenção aos sintomas de contágio. Se tiver febre, tosse, falta de ar, dor na garganta e/ou dor no corpo, suspenda as corridas. Procure suporte médico no caso de sintomas mais severos, como febre que não passa e dificuldades respiratórias.

 E aí, aprovou as nossas dicas? Pretende colocá-las em prática? Que outras medidas de prevenção você tem seguido durante o surto de coronavírus no país? Compartilhe conosco!

Fonte: brasmoto.com.br
voltar para noticias

Entre em Contato

Selecione a loja

1